quinta-feira, 26 de junho de 2008

De Salvador para Valença, Bahia/trouxe-trouxa

Numa manhah chuvosa eu estava nom ponto de onibus, em Salvador retornando a Valença.
Eu ia pegar um bus que me levasse ate o ferry-boat, para atravessar a baia de todos os santos em direçao a ilha de Itaparica, aonde outro bus me traria a Valença.
De repente eu percebo alguma coisa se movendo com um plastico enorme, dai me dei conta de que o que eu antes achava ser apenas um monte de lixo, eh a casa de algumem.Num terreno baldio, cheio de uma vegetaçao indefinida alguem trouxe sua trouxa e fez uma moradia de plastico e papelao.Nao deu para ver de qual sexo vinha aquele movimento, pois tenho deficiencia visual a longo alcance, mas mesmo assim fotografei.O contraste com os predios por tras eh o maximo!

2 comentários:

Maria Tereza disse...

Esta foto parece Curitiba! Não conheço Salvador, gostaria muito!

DIARIOS IONAH disse...

SALVADOR EH UMA PENINSULA.
E bem extensa, comprida.e em seu territorio existem inumeras paisagens completamente diferenciadas entre si.os novos bairros da classe media alta realmente voce nao se situa com as ideias preconcebidas que ja se tem do estado baiano, Salvador eh uma cidade maravilhosa.

este eh um diario atraves de imagens. a cronologia nunca sera a mesma. ele tanto pode estar no passado como no presente mas sempre com o futuro como meta, como se fosse O OLHO REAL.