domingo, 22 de junho de 2008

uma imagem simples atraves de uma simples janela

ali estava um passarinho bicando no mamao seu prato do dia.da cadeira aonde eu estava fiquei petrificada para nao espanta-lo, pois os passaros por qualquer movimento que façamos eles voam, eles nao teem uma boa onda com nos humanos.ele comeu ate se saciar, entao levantei peguei a maquina e registrei a beleza que meus olhos estavam captando, mas sem a presença do passaro.na minha memoria ficou o momento fugaz e sua fuga aos ceus a procura de outros alimentos ou seria de outra passarinha para namorar?

Um comentário:

*NI* disse...

Só pessoas sensíveis conseguem apreciar uma cena de rara beleza como a q vc descreveu.
É a sensibilidade de uma verdadeira artista.

este eh um diario atraves de imagens. a cronologia nunca sera a mesma. ele tanto pode estar no passado como no presente mas sempre com o futuro como meta, como se fosse O OLHO REAL.