sexta-feira, 17 de agosto de 2007

O SOPRO DA NATUREZA

Eu sempre me encanto com as palavras do filosofo
chines Chuang Tzu.........eu sempre sonho com ele
contando o sonho que teve
no qual era uma borboleta e quando acordou ja nao sabia se a borboleta eh quem tinha sonhado que era ele.
ele tamebm fala dos peixes e dos rios de um jeito que eu fico a imagina-lo naquela antiga China cheia da naturea soprando por todos os lados toda a beleza, que um homem como Lao Tzu e Chuang Tzu absolveram e nao quiseram reter para Si.
ele diz;
Quando a natureza magnanima suspira,
Ouvimo os ventos
Que, silencioso,
Despertam as vozes dos outros seres,
Soprando neles.
De tdas as frestas
Soam altas vozes.
Ja nao ouvistes o marulhar dos tons?






falar dele, do Chuang Tzu me faz cada dia ter uma aproximazao cada vez maior com os elementos que me cercam e que fazem deste palneta de agua um grande punhado de Terra,
Que geme

e a cada dia vai desaparecendo .








2 comentários:

Madu disse...

Ouvir a natureza?
É preciso um silêncio no olhar,
um ritmo no andar,
uma pausa no barulho que nos afoga!

Rita disse...

Tamar adorei a homenagem a Mariana, as fotos sao maravilhossas,adorei conhecer a tua arte amiga.Muitos bjs.Rita Kremer

este eh um diario atraves de imagens. a cronologia nunca sera a mesma. ele tanto pode estar no passado como no presente mas sempre com o futuro como meta, como se fosse O OLHO REAL.