sexta-feira, 29 de junho de 2007

Masculino/Feminino


Hoje descobri que prefiro a diferenza entre os sexos!
A igualdade entre ambos esta deixando o mundo apatico e nao muito generoso.Eu sei que muitas vao cair de pau em cima de mim, mas creio que se pode ter respeito acima de tudo com a minha preferencia.
Fico obsernado o Homem trabahando e gosto deste ato de contemplar.Sei tambem que eu sou capaz de fazer todo tipo de atividades masculinas com excezao de sexo, mas prefiro mesmo manter as minhas maos proprias para pegar numa agulha com linha e nao arranhar o tecido com os calos grossos nas palmas das maos, ja o Homem fica bem melhor pegando numa foice ou enxada a tricotar um casaquinho!ao menos no meu ponto de vista da contemplazao.


7 comentários:

patavina disse...

Nossa, penso assim também. Talvez seja um conservadorismo que vive no fundo de nossas mentes, mas não abro mão desse pensamento, onde o homem fica com atividades braçais pesadas e a mulher, com sua delicadeza, se remete às coisas mais delicadas e simples.

Também gosto de observar os homens trabalhando lá no serviço, as mãos grandes não tão hábeis pra certas tarefas, os musculos retesados de acordo com a atividade, as veias das mãos sobressalente...
Mas isso não me impede de pegar uma caixa de batata que pesa 18 kg. hahahahaha

DIARIOS IONAH disse...

sim Mari, eu ja peguei em muito peso, mas hoje prefiro lidar com o lado leve e feminino da vida.
Nao quero saber de mais nada de coisas de macho para eu fazer!

Madu disse...

Quem disse que o feminino é leve?
Acho o "feminino"(se ele existe!)muito pesado.E o masculino muito confortável. Em nome de um pouco de peso a mais que aguenta, solta outras responsabilidades na mão da mulher. As atividades ou trabalhos que garantem a sobrevivência ou bem estar do ser humano são responsabilidades do homem e da mulher. Ou adimitimos isso ou, então, vamos permitir que o machismo e o patriarcalismo continuem por muito e muito tempo a nos escravizar.

Madu disse...

A primeira flor lembra um falo. Mas quem disse que a segunda não é a primeira, depois de aberta? Com esse aspecto de falta? Masculino/feminino, feminino/masculino é questão de nomeclatura. Temos as duas dimensões. Também gosto de observar homens tricotando..., preparando um jantar..., cuidando de uma casa..., cuidando dos filhos... Ensino pra alunos e filhos que não cai o pinto , nem a perereca muda ao assumir determinados serviços...

zélia guardiano disse...

Estou com você!!!! Aliás, acho que não ganhamos nada ao assumir trabalhos pesados, completamente em desacordo com nossa estrutura física! O que podemos conseguir , na verdade, é ter de carregar pesadíssimos fardos...E não falo de alegre, não. Já executei tarefas absolutamente incríveis, do tipo pintar a casa (enorme!), por dentro e por fora, sozinha, desde o teto até os muros...E não foi simulando lazer, não! Foi num tempo em que eu lecionava 10 horas por dia...Enquanto descansava, carregava pedra! Sei que estou sendo muito pessoal neste comentário, mas é inevitável fazer esta reflexão. Com a experiência de vida que tenho hoje, jamais me desgastaria tanto!!!!Jamais!!!!

A Mente da Mulher disse...

Eu acho que cada um deve fazer o que gosta, independente de ter sido rotulado como feminino ou masculino. Eu, pessoalmente, só gosto de fazer coisas bem femininas. Mal sei martelar um prego na parede, por exemplo. E que é o mais importante: me sinto muito bem assim.

P.S.: não recebi seu email!!!!

DIARIOS IONAH disse...

a minha avoh materna ao perder o marido ainda com 8 filhos jovens tomou contas das terras dela la no carriri paraibano e ate tiro de espingarda ela teve que dar para se impor aos machismos da regiao e epoca. mas ela preferia cozinhar e costurar a fazer o trabalho que seria do meu avoh!nestas atividades ela se tornou uma mulher realmente amarga.mas deu conta de tudo e morreu com quase 90 anos.

este eh um diario atraves de imagens. a cronologia nunca sera a mesma. ele tanto pode estar no passado como no presente mas sempre com o futuro como meta, como se fosse O OLHO REAL.