sábado, 16 de junho de 2007

Wanda

Estes dias andei fotografando a Wanda, la no Guaibim.Para descontrair um pouco, dos predadores que rondam minha morada.
Cada dia vou sentindo o que eh viver/ser so de companhia humanas.
E nao tenho nada eletronico que me faza fazer parte do mundo: para usar a internet eu preciso vir ate VALENZA, na casa da minha filha.Eu quero me testar e sentir ate quando aguentarei viver sem ao menos um som de radio/cds.a parte do dia eh tranquilo, pois ando criando colchas de retalhos,alimentando os animais,mexendo nas plantas que comezo a plantar, leio um pouco, e algumas atividades domesticas.......mas
quando chega a NOITE, sim ai eh que eh o grande encontro consigo mesma>
Nao quero mais ler a noite, e nem costurar, bordar...nao tenho tv e nem radio, como ja escrevi, e entao o que fazer?

2 comentários:

zélia guardiano disse...

Minha amiga
Você está vivendo a experiência que eu gostaria de viver! Não quero dizer que acho que seria fácil ! Pelo contrário: decisão valente! Mas fico imaginando a riqueza desse seu encontro com você mesma! Penso na sua rotina à moda antiga: silêncio; trabalho com os bichos e plantas;o preparo da comidinha , que imagino bem simples, descomplicada;a criação artística solta, livre, sem as interrupupções do "mundo civilizado"... Quanto à noite, aí sim, reside a hora de verdade! Este é o grande momento! Este é o grande desafio! Penso que você deveria escrever um livro...

Madu disse...

Gosto dos encantos da solidão. Não sei se daria conta de uma vida assim, embora tenha necessidade de meus momentos comigo. Gosto da noite que me dá esse privilégio, mas gosto das tantas vezes que meu marido chama por uma ou outra coisa, da voz suave de meu filho mais velho ao violão, do hip hop alto que o outro filho ouve, do neto que gosta de ouvir histórias... e faz perguntas que não acabam.

este eh um diario atraves de imagens. a cronologia nunca sera a mesma. ele tanto pode estar no passado como no presente mas sempre com o futuro como meta, como se fosse O OLHO REAL.