sábado, 16 de junho de 2007

minha mesa

Continua fabricando sonhos.Agora ao som mais silencioso do proprio tempo, do proprio universo.Nao eh pretensao minha,mas sim eh a pura realidade do momento que vivo.o sitio aonde me encontro o silencio eh tao marcante do existir que ate assusta.Fico horas naquela mesa, deixando vir a tona coisas que nem fazia ideia que iria fazer...................

2 comentários:

zélia guardiano disse...

Ah, Tamar: sua mesa de trabalho é fascinante! Você não pode imaginar o sentimento que tenho em relação a ela! Vejo-a como um polo a irradiar beleza e sensibilidade!

zélia guardiano disse...

Ah, Tamar: sua mesa de trabalho é fascinante! Você não pode imaginar o sentimento que tenho em relação a ela! Vejo-a como um polo a irradiar beleza e sensibilidade!

este eh um diario atraves de imagens. a cronologia nunca sera a mesma. ele tanto pode estar no passado como no presente mas sempre com o futuro como meta, como se fosse O OLHO REAL.