sábado, 27 de dezembro de 2008

totalmente perdida....

È possivel imaginar quem mora aqui? Dentro a escuridão é breu.O cheiro do mofo, é como perfume dos vales floridos,
a minha sombra extatica me acompanha num sabado a captuar as imagens,sem muito prazer.
Cenas assim voltaram do passado remoto.Impossivel acreditar.
Uma sensação de estar num mundo paralelo.Nada aqui de fato é real, nada faz parte do meu mundo, me sinto flutuando entre imagens perdidas;ora ontem, ora hoje e nunca amanha acontece aparecer...Sensação de pesadelo....
Uma herança mal copiada e perdida, eis o que seja esta cidade aonde por ora eu passo meu tempo....

2 comentários:

M. Chauvin disse...

Como sempre...belas captações da cotidiano, que passa despercebido aos olhos brutos da maioria.
Viva sua sensibilidade e capacidade de capturar beleza onde ninguém jamais viu.

DIARIOS IONAH disse...

e as coisas vão desaparecendo calmamnte e outras mostruosidades vão tomando os seus lugares e mesmo assim
ninguem se importa....

este eh um diario atraves de imagens. a cronologia nunca sera a mesma. ele tanto pode estar no passado como no presente mas sempre com o futuro como meta, como se fosse O OLHO REAL.