domingo, 22 de julho de 2007

Divagando

Enquanto andamos
o mundo vai girando
e nem percebemos.

Assim o rio
correndo para o mar
levando os peixinhos

O sol iluminando
e ao mesmo tempo
qeimando
e nem percebemos

E assim tudo passa
vivendo e morrendo
vamos caminhando sem
nem nos darmos conta do
FIM......

2 comentários:

DIARIOS IONAH disse...

este post foi inspirado nas palavras do meu querido e amado
imortal, mike sarne.

Madu disse...

COMUM DE DOIS

A palavra é a roupa do sentido
a imagem da veste
a veste da imagem
O dia que vejo
é essa fotografia
que meu olho empalhou
que minha língua embalsamou
no Egito da caneta
capeta, meu verso é teimoso
e faz click
apreendo o tempo
prendo-o na palavra
na cadeia de cristal
das sílabas

o poeta é um gênio comum

fotógrafo e poeta
comum de dois gênios.

Poema de Elisa Lucinda, em O Semelhante

este eh um diario atraves de imagens. a cronologia nunca sera a mesma. ele tanto pode estar no passado como no presente mas sempre com o futuro como meta, como se fosse O OLHO REAL.