domingo, 1 de julho de 2007

meu Adam e minha Eva

Este papo falando de masculino/feminino me deu vontade de reler o primeiro livro da Torah, Genesis, que fala do inicio, de Adam e Eva.....
assim como estou lendo um livro de um escritor alemao do seculo dezenove que gostava de falar de aventuras no mundo arabe, no mundo do Islam, e eh deveras curioso como cada cultura interpreta estas questoes do homem no mundo.
O autor alemao se achava tao superior aos arabes que o proprio heroi eh um
alemao que derrota todos os fascinoras (do ponto de vista dele) arabes.
Ao mesmo tempo ele baba em tudo, nas vestes, nos cavalos, nos camelos, nos Xeques e Sheikes, nas comidas e na geografia do oriente medio.
Mas nao fala quase nada da mulher e quando fala parece com um misogino.
Todo e qualquer comentario, que nao eh muito, se refere a mulher num tom pejorativo.
E eu ao mesmo tempo que adoro ler tudo isto, tenho uma raiva danada deste escritor ///////////////////////////////

2 comentários:

Madu disse...

O mito de Adam e Eva retrata uma cultura, um tempo histórico, mas nem por isso apregoa a submissão da mulher. Vejo a como parceira, companheira no cuidado com a criação. Será que somos parceiros nesse cuidado?

DIARIOS IONAH disse...

uma historia que tem diferentes interpretacoes.
ainda acredito que Adam e Eva foram moldados ao mesmo tempo.
e para dar continuidade a criacao,
na qual estamos esmagando lentamente.

este eh um diario atraves de imagens. a cronologia nunca sera a mesma. ele tanto pode estar no passado como no presente mas sempre com o futuro como meta, como se fosse O OLHO REAL.