quinta-feira, 5 de abril de 2007

MOZART, WOLFGANG AMADEUS





Sao 9;33 da manha de uma quinta-feira de abril.e hoje amanheci com vontade de ouvir Mozart/Beethovenate o infinito.os dois sao totalmente
como uma estrada para mim, Mozart no inicio e Beethoven indo sem fim....
Ja olhei o lindo ceu azul com nuvens gordas(como eu),e ao molhar as plantinhas um beija-flor veio e ficou sugando o nectar da florzinha vermelha que esta nesta foto ai acima....uma imagem tao linda, porem tao rapida , fugaz que so o olhar clicou........
Aqui esta bem quente, nem se parece que estamos num outono, apesar de que para a natureza que vive em ebolizao, as nomenclaturas nada dizem,,,,,,,,,,
e eh muito prazeiroso ouvir Beethoven logo apos Mozart, tudo no ar e no corpo se casa.Ha uma completa conjunzao de sentimentos e a gente pode sentir a atemporalidade de tudo que perdura!


a pe dura?, entao por que a necessidade da roda?

2 comentários:

rosimere disse...

belezas que so o olhar veem, belezas que passam tao rapidas como um piscar de olhos, imagino sua alma extasiada por essa comtemplacao..ouvir e sentir, os sentidos se completam....

DIARIOS IONAH disse...

sim elas passam rapidos mas devem ficar gravadas nos chips da nossa memoria,
acredito na teotia da reminiscencia da qual falavam SOCRATES E PALTAO...............

este eh um diario atraves de imagens. a cronologia nunca sera a mesma. ele tanto pode estar no passado como no presente mas sempre com o futuro como meta, como se fosse O OLHO REAL.