quarta-feira, 14 de março de 2007

A CASA DOS MEUS BISAVOS:QUINTINO E FELLIPA

Esta eh a casa dos meus bisavos materno, os pais dos meus tios avos, MENINAO E CABEÇAO.
Alem dos dois irmaos ja citados, eles tiveram mais 5 mulheres(a minha avo era a unica das cinco que falava)
e um filho homem que falava, chamado TUPÃ, que morreu criança.
Depois que morreu o Tupã a minha avo se recusou a falar por palavras e como a maioria so sinalizava, era assim que ela se comunicava ate chegar a escola aos 7 anos, e apanhar nas mãos de palmatoria.
As minhas tias avos tinham nomes engraçados e eu lembro bem das duas que eram vivas quando eu era bem criança,a Bolota(ela nao era gorda), nao lembro o nome dela.e a Villou, de nome BRIGIDA.Elas viviam de uma forma inacreditavel.Gostavam de brincar com cobras, venenosas, tinham galinhas como animais de estimaçao e que dormiam no quarto com elas e ninguem podia chegar pero destas galinhas, ela eram bem pequenininhas, galize.Era delas o cuidado com as cabras e as ovelhas, assim como abastecer a casa de lenha.A BOLOTA, quando morreu eu ainda era bem pequena, mas a Vilou, seguiu nosso cresciemnto ate eu ter as minha sprimeiras filhas;;ELA MORREU COM 94 ANOS.
Colecionava todo tipo de embalagem, de pasta de dente, caixa de fosforo, caixas e vidrinos de remedios e perfumes. O quarto dela nao tinha janela.Era tudo escuro la dentro, e nao tinhamos o direito de entrar nele, mas tinhamos muita curiosodade e sempre estavamos na porta tentando olhar la dentro, logico que quando nao tinha ninguem por perto, pois nao gostavamos de apanhar de rebenque,o curiuoso eh que nao inha janela e a porta era uma abertura, nao havia a porta de madeira como nos outros quartos.
Lembro que a minha avo era bem malvada com elas, as duas irmas mais velhas do que ela.
tem muita coisa que lembro da Villou, mas o que mais me impressionou foi saber que ela viveu
mais de sei la quantos anos com o utero para fora.
Certa vez meu pai estava tentando matar galinhas dangola equando ele deu os tiros com a espingarda de chumbo, ela de repente apareceu(como nao ouvia, não adiantou os gritos que todos deram por causa da espingarda atirando) e um dos chumbos cravou no nariz e ela morreu velha com aquele chumbo no nariz e este utero fora do corpo.
Elas gostavam de fazer bonecas de panos, com dedos, joelhos, peitos, cabelos com tranças e tudo como tem num corpo feminino adulto.eram perfeitas as bonecas.
A MINHA AVO COSTURAVA PARA TODOS E COZINHAVA, MUITO BEM.E NAO FAZIA MAIS NADA. Ah! uma das duas irmãs mudas varria a casa como obrigação.
Nao conheci DUAS OUTRAS QUE NEM SEI OS NOMES, MAS VOU PERGUNTAR A MINHA MAE, TENTAR SE ELA AINDA LEMBRA.
Eu quando descobri que minha bisavo que sempre chamei de mae nova era FELLIPA de nome eu adorei.
minha avo chamava-se ERMIRA mas todos a chamavam de CABOLCLA.NOS, OS NETOS A CHAMAVAMOS DE MAE-VELHA.

Um comentário:

Bruna disse...

Gostei muito das suas histórias eu também tive uma bisavó muito engraçada que morreu com 99 anos ela adorava banana toda vez que eu ia lá na casa dela a primeira coisa que ela me dizia (antes mesmo do oi) era!"vai comer uma banana elas estão madurinhas!" eu chegava lá e las estavam VERDINHAS ela amava banana verde!!!

este eh um diario atraves de imagens. a cronologia nunca sera a mesma. ele tanto pode estar no passado como no presente mas sempre com o futuro como meta, como se fosse O OLHO REAL.